segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Desfrutado



Andava caindo sobre ratos, em meio a ruas desertas brincava de colher fumaças no ar e cantarolando "I wanna be your dog", e descobrindo segredos imagináveis como se fosse uma banana sendo descascada.
Em plena multidão se transformou em algo inconfundivel, se apresentava para aqueles que queriam ver a sua alma sendo apagada como uma fumaça de cigarro ou de café quente, desconstruido pediu ajuda a um garoto de rua, viu em uma de suas mãos uma maçã, mas não era só uma maçã, era a mais perfeita maçã. Pediu ao garoto a maçã perfeita, ao tocar nela sentiu algo estranho em seu olhar, viu que estava entre penumbras, em meio de suas pernas ratos passavam entrelaçados, ao céu apenas uma nuvem branca manchava seu rosto com raios solares.
Por fim seu viu caido entre ratos e seu rosto desvairado no chão.

domingo, 25 de outubro de 2009

Dica de Filme: Não Estou Lá (I'm Not There)



Descrição:

O diretor Todd Haynes (Velvet Goldmine) apresenta a vida e a carreira do cantor Bob Dylan. Com Christian Bale, Heath Ledger, Cate Blanchett, Richard Gere, Julianne Moore, Michelle Williams e Bruce Greenwood. Recebeu uma indicação ao Oscar.

Sinopse:

Bob Dylan (Christian Bale / Cate Blanchett / Heath Ledger / Marcus Carl Franklin / Richard Gere / Ben Whishaw), ícone musical, poeta e porta-voz de uma geração. Sempre viveu em constante mutação ao longo da vida, especialmente durante os anos 60. Musicalmente, fisicamente, psicologicamente, as alterações do seu personagem público dialogaram com acontecimentos sociais e ocasionaram múltiplas repercussões culturais. De jovem menestrel a profeta folk, de poeta moderno a roqueiro, de ícone da contracultura a cristão renascido, de caubói solitário a popstar.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

(Des)Fazendo


Um dia pensei, como se pensar fosse algo estranho para mim. Como alguém pode de isentar de suas virtudes, como pode um pássaro voar tão alto tocando as nuvens.
Eu que sou desonesto comigo mesmo , me submeti a um distúrbio desonesto a outros, refletido de angustias e cuspindo palavras ao léu. Hoje pensei em querer tomar um suco de laranja, mas não tinha, tomei água mesmo. Hoje o dia está bom para uns que ganham um sonho improvável e ao mesmo tempo insatisfeitos com que fizeram ontem.
Amanhã. Não sei.
Verdades e des-verdades. Dias após dias.
Se (des) FAZ.

sábado, 10 de outubro de 2009

Há Tempos.

Por um tempo tive um vazio, afinal não sei que vazio era este.
Por um tempo estive isolado, com a cabeça sem descanso para nada.
Mas agora estou na ativa novamente, não sei com que vou começar , pois afinal estou renascendo.