terça-feira, 3 de agosto de 2010

Parte 3

Um ano, dois anos, três anos... E assim foi se passando os anos, e Marie e Antonie cada vez mais juntos, continuavam a ir à mesma lanchonete, a mesma praça onde brincaram muitas vezes e começaram a estudar juntos artes plásticas.

Marie agora com 20 anos e Antonie com 21.

Marie não se via mais como uma menininha, agora mais adulta pensava em ganhar seu próprio dinheiro, sonhava em ter sua própria galeria de arte e fazer com que suas obras se tornassem mais famosas, enquanto que ele, apesar de ser um ano mais velho que ela, não pensava em seu futuro, queria viver o agora, o presente. Mas juntos viviam com diferentes pensamentos, rolavam brigas, mas ao mesmo tempo beijos e abraços.

Marie sonhava, encantava a todos com suas obras, abstratas e realistas.

Antonie com suas esculturas se aprimorava cada vez mais, dando um ar mais realista, expressando todo o seu sentimento que guardava consigo anos antes de conhecer Marie.

Em um inverno qualquer, os dois fizerem uma exposição juntos, em que atraiu um grande público, estamparam capas de jornais e ganharam muito dinheiro.

Depois desta, foram convidados a participar de outras exposições, viajaram para diferentes cidades e alguns países.

E assim passava os anos..., muitas exposições, muitas viagens e muito sucesso.

Agora Marie com 28 e Antonie com 29, com o dinheiro das exposições realizadas, resolveram se mudar para para a cidade luz- Paris.

Moravam em uma casinha de madeira azul, era pequena, mas aconchegante, no seu interior apenas uma sala, uma cozinha, banheiro e quarto, nada tão exuberante e sim simples como a vida que viviam.

Marie, dona de um atelier e de uma galeria própria.

Antonie, além de escultor, trabalhava como ilustrador de livros.

E assim começavam a viver este novo momento, trabalho, casa, brigas, beijos e abraços.

Nenhum comentário: