sábado, 4 de junho de 2011

Alvorada Transcrita




Lá fora o vento sopra, uiva e bate contra o vidro da janela. Aqui habito, em minha cadeira de madeira maciça estofada com couro avermelhado. À minha frente está ela, minha companheira de todas as noites, meu ardor dos meus sentimentos noturnos. O que seria eu sem ela?

Nela registro todos os meus anseios, minhas lástimas e dores. Às vezes paro para pensar em um vocábulo a ser expresso, neste meio tempo, ilumino a ponta de meu cigarro, levo até a boca seca e trago, lanço a nuvem cinzenta para o ar. E assim, continuo a minha labuta de expressar minhas emoções.

Gosto da noite, gosto do só. Gosto de sentir meus olhos quase a ser cerrado pelas pálpebras (insônia), para isso tem o meu café, amargo como a minha noite, negro como o meu canto, em meu espaço apenas uma luminária para alumiar minhas idéias. Sentirei o cheiro do frio, me aqueço com a flama de papéis já envelhecidos pelo tempo, já amassados pela minha falta de concepção.

A aurora está cheia de mistérios, minha imaginação flui, meus dedos pressionam vagarosamente cada letra, no papel nasce palavras, e cada palavra com a sua emoção, observo meus pensamentos surgir pela minha boca, pensamentos inusitados, complexos.

Averiguo pela janela a chuva, que vai caindo lentamente em direção às flores, que se expandi pela varanda, que vai molhando as minhas agonias e lágrimas brotam em meus olhos, talvez vejo uma nostalgia em meu olhar dou um breve sorriso ao nada, volto para minha cadeira maciça de couro, trago o meu cigarro, ingiro mais um pouco de café e sigo com as minhas histórias contadas por mim mesmo, que fazem dormir e idear o dia de amanhã.

4 comentários:

Daieli Letícia disse...

Incrível! Você escreve muito bem. Adorei o texto.

Everton Tolves de Almeida disse...

valeu!!

Pamela Dal'Alva. disse...

que legal^^
raxei com o nome do blog.
bem criativo, diferente e claro original rs

Tempestade disse...

Texto perfeito...
Existe algo mais gostoso do que criar textos assim em dias de chuva? Nos inspira. =D

ótimo fim de semana.

obrigada por seguir e por comentar.

bjim

Nina