domingo, 18 de dezembro de 2011

Cadeirantes sem vez.



Certo dia, dentro do ônibus que ia para a universidade, assisti a uma realidade que precisa ser mudada. Um homem a espera do ônibus na parada com uma acompanhante se surpreendeu com a o problema que iria emfrentar, pois, logo percebi que o ônibus não tinha estrutura para locomoção de cadeirantes. Na hora pensei: "e agora, ou ele espera o pròximo ônibus que atenda as suas necessidades ou ele embarca neste mesmo", ele tinha horário marcado para chegar ao médico, foi aí que uns meninos que estavam dentro do ônibus logo se prontificaram a ajudar o rapaz. Uns três rapazes desceram do transporte e um ergueu o garoto de pernas frágeis de sua cadeira, o outro compactou a cadeira, cabendo assim dentro no ônibus. No final ocorreu tudo bem, o menino foi para o seu destino.
Mas mesmo assim pensando, "Por que nem todos os transportes coletivos atendem as necessidades dos deficientes físicos?"
Cabe aí, o governo reever essas questões.

Um comentário:

Jéssica F. disse...

E o problema é realmente esse, não é? O governo resolver essas questões. Só em época de eleição mesmo que fazem alguma coisa boa.
Seguindo aqui, bjs.