segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Ao sabor da Pitanga de Mallu.

E a noite de Porto Alegre ficou com sabor adocicado da Pitanga. A cantora Mallu Magalhães apresentou seu terceiro disco para os gaúchos, mais precisamente no bar Opinião. Mallu já apontada como uma grande revelação da música brasileira, mostrou o seu alto grau de amadurecimento no palco. Abrindo o show com a música "Cena" e ouvindo um coro de aproximadamente 1000 pessoas, foi algo de se arrepiar, logo cantou algumas músicas do segundo disco, mas em seguida seguiu seu baile com canções do terceiro como "In The Morning", "Ô Ana", "Velha e Louca"... e  fechando com "Sambinha Bom". Não faltou claro, os seus covers de Manu Chao, Billie Holiday e algumas canções novíssimas.
Mallu com a sua simpatia conquistava o público agradecendo e muito. Foi um show incrível, memorável. Volte sempre Mallu.

Foto: Everton Tolves

Foto: Everton Tolves
Mais fotos do show aqui.

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

100 links para clicar antes de morrer

Uma seleção com os 100 melhores links publicados na coluna Web Stuff, do suplemento Opção Cultural, do Jornal Opção. A lista faz uma espécie de inventário do que teve de melhor na internet nos últimos três anos. Os links que compõem a lista contemplam os mais díspares perfis e abrange os mais diferentes segmentos e tendências: música, livros, cinema, fotografia, ciência, tecnologia, jornalismo, mídias sociais, artes e humanidades. Entre os 100 links para se clicar antes de morrer, destacam-se: Toda a obra de Wolfgang Amadeus Mozart para download; O maior acervo de arte da internet; 750 mil livros para download; 1001 álbuns para ouvir antes de morrer; O maior acervo de vídeos de jazz da internet; A obra completa de Machado de Assis para download; 10 mil jornais de todo o planeta em um só lugar; 20 mil fotos de Henri Cartier-Bresson; As 20 obras de arte mais caras da história; As 100 maiores canções de jazz de todos os tempos (com vídeo e áudio incorporados). 

O site dividiu em duas partes os links. Ficou curiso clique aqui.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Playlist #03



E esta playlist é especial para muitos seguidores deste estilo tão idolatrados (ou não) por muitos. O rock para muitos é estilo de vida, é o ganha pão de muita gente, por isso fiz esta lista de grandes nomes do rock mundial e nacional, que vai desde o rei Elvis Presley, Little Richard, passando por Jimmy Hendrix, The Doors, Beatles e entre outros. 

Confiram aí, dancem se quiser!!!!


quarta-feira, 20 de junho de 2012

Submarine

Qual é a principal preocupação de um adolecente de 15 anos? namorar, claro.
Eis que neste apresenta bem esta questão, Oliver Tate (Craig Roberts) é um adolecente de 15 anos que possui suas peculiariedades tipo, ele é cult, esculta clássicos da música francesa, lê muitos livros e até pensa no pior: o suicídio. Seus pais deconfiam um pouco de seu jeito de ser e na escola não é nada popular.

Até a hora em que se apaixona perdidamente por Jordana, a mocinha nada fráfil que foge do padrão fofa, bonitinha, e menina fuma. A história dos dois não é igual as clichês histórias românticas, pois traz a realidade a tona, como, a insegurança em relacionamento, problemas com doenças e famílias. 




O filme nos traz um ar nostálgico e melancólico, na qual podemos refletir muitos aspectos de nossas vidas e com uma trilha sonora toda composta pelo Alex Turner do Arctic Monkeys.


Título original: Submarine
Direção: Richard Ayoade
Elenco: Craig Roberts, Yasmin Paige e Sally Hawkins
Ano de lançamento: 2010


sexta-feira, 8 de junho de 2012

Playlist #02

Então como eu tinha prometido que eu ia postar toda semana uma playlist, cá estou para mais uma e desta vez com o tema: "FRIO". Sim, estou vivendo dias com muito frio, pois moro no sul do Brasil e aqui para quem não sabe, faz muito frio de temperaturas negativas. E para dias assim, nada melhor que ficar debaixo dos cobertores curtindo um filme ou músicas. Curtem aí.

                           Winter days. by Everton_Tolves on Grooveshark

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Marcha das Vadias: Luta pela liberdade e igualdade feminina.

O atual papel da mulher, segundo as visões "machistas" são: mulher na cozinha cozinhando para o homem, mulher no tanque, lavando a roupa suja do homem, mulher varrendo, limpando a sujeira do homem. As mulheres de hoje exigem e ainda enfrentam uma certa dificuldade de ter liberdade, não só uma liberdade de ser independente e sim requerem os seus direitos como mulher. Mas você deve estar se perguntando, como que um "cara" faz essa apelação em favor a igualdade feminina? Pois é meu povo, meu lado machista vai contra o machismo superior, repressor e que querem mulheres como cobiça. Sim eu sou a favor da libertação feminina de padrões e situações opressoras da sociedade patriarcal.

Foto: Lucas Figueiredo
É com essas que, em 3 de abril de 2011, na cidade de Toronto no Canadá, foi proclamada a Marcha das Vadias ( Slut Walk ), na qual, protesta contra o conceito de "mulher estuprável". Não, isso não existe! É errado a sociedade dizer "cuidado para não ser estuprada" em vez de "não estupre". Somos livres para usarmos o que quisermos e, principalmente, somos livres de qualquer culpa desse ato. E assim este movimento se espalhou pelo mundo inteiro, não tendo só este conceito como ideologia, e sim, poder ser livre em uma sociedade onde o machismo ainda prevalece.
Foto: Gabriela Belnhak
Recentemente em Santa Maria (RS), foi realizada a passeata, onde mulheres e homens ocupavam o mesmo espaço sem discrepâncias, e sim lutando por uma igualdade entre os sexos, seja homo ou hetero, combatendo as ignorâncias da sociedade. Sem vergonha ou pudor algum, mulheres mostraram seu corpo, com cartazes nas mãos com dizeres 'Meu corpo, minhas regras', clamando por liberdade.
Foto: Maiara Bersch
Esperamos, nós sociedade machista, que isto sirva de aviso para todos nós! Ouviram "homens".



sábado, 2 de junho de 2012

Playlists

Pessoas! vou me desafiar, agora toda semana ( até o fim do ano) vou postar uma playlist e nela vai conter músicas que sejam de acordo com o tema.


Para começar, fiz uma playlist com o tema "Brazuca", ou seja clássicos do Brasil que vai desde Chico Buarque a Los Hermanos. É isso, curtam aí!!!!




Brazuca by Everton_Tolves on Grooveshark

terça-feira, 29 de maio de 2012

Helvéticos: Rock'n'Roll Puro

Uns dizem que o verdadeiro rock'n'roll acabou à anos, mas não para o trio da Helvéticos. Banda de Santa Catarina, a Helvético foi formada em 2009 e é constituida por Cainã Moreira ( Voz e Guitarra), Murilo Costa ( Baixo e Voz) e André Fuck ( Bateria), a banda possui uma sonoridade rock sessentista e com muita profissionalidade, com muita inflûencias de bandas como The Who, Beatles, Rolling Stones e uma vasta rebeldia dos anos 60.

Helvéticos
O trio lançou o primeiro EP, virtual, em fevereiro de 2010, o segundo disco, intitulado “As coisas que você faz”, dessa vez físico, foi lançado em outubro do mesmo ano e conta com 4 canções.e apartir daí houve um enorme reconhecimento regional.
Já possuem em seu curriculum 32 shows, passando por diversas cidades como Florianópolis, Itajaí e entre outras. Consta também festivais como o Grito Rock e Planeta Atlântida. Também dividiu o palco com grandes nomes do cenário musical, nomes como Cartolas, Wander Wildner, Os Efervecentes e por ai vai....

Curte aí, vale a pena!!

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Bob Dylan: 71 anos de muita poesia.

Se pudéssemos medir o grau de turbulência de uma pessoa, Bob Dylan teria a sua escala de 0 a 100, o velho excêntrico, poeta, ele que transou poesia com a música e esta a serviço do mundo. Dylan imprimiu em sua s canções mais que uma sonoridade folk e sim o reflexo da sociedade na época, Uma canção é um reflexo do que eu vejo ao meu redor o tempo inteiro", disse ele, cerca de dois meses depois do atentado de Nova York, em uma entrevista à revista Rolling Stone.. Esta semana o bastardo completou seus 71 anos de existência (e bem vivida).
Bob Dylan


Dylan nasceu Robert Allen Zimmerman, em Duluth, Minessota, no norte dos EUA, em uma família de judeus de classe media. Estudou no Hibbing High, onde se apresentou, pela primeira vez, em 1957, com sua primeira banda, a The Shadow Blasters, com a qual fazia covers de Little Richard. Na pequena Hibbing, comprava também discos de Hank Willians, da cantora de folk Odetta, Gene Vicent and The Blue Caps, Leady Belly, entre outros.
Mas foi no começo da década de 60, quando frequentou Dinkytown, área boemia nos arredores da Universidade de Minnesota, que começou a mergulhar mais fundo no universo folk e conhecê-lo de fato. Foi nessa época que leu Bound of Glory, autobiografia do poeta e músico Wood Guthrie. Bob tomou o livro como uma espécie de bíblia da vida.
De Minnesota, Bob Dylan foi cruzando o país. Passou por Iowa, South Dakota, North Dakota e Kansas, até chegar em Nova York, no começo da década de 60. Tocou na cidade pela primeira vez em 1961, no Folklore Center, em 4 de novembro de 1961. Em 1962, compôs Blowin' in the Wind, em menos de meia hora. Seguiria então um cancioneiro que, bem, há pouco a se dizer além de tudo que foi dito... (Fonte:Jornal Estadão)

Quer conhecer toda aobra de Dylan clique aqui.




sexta-feira, 18 de maio de 2012

Velho e Louco.

Aprendi a essência da vida com a música da cantora Mallu Magalhães intitulada "Velha e Louca", pois é percebi que o tempo passa e a cada hora, dia, ano, os nossos sentidos se atormentam cada vez mais, deixando uma turbulência na nossa mente, a cada ano que passa vamos nos tornando envelhecidos, envelhece os pensamentos, nossas rotinas. E a loucura? a loucura é a melhor parte, sim, o que seria de nós se não loucos, loucos para viver uma vida desregrada.
É amigos esses ensinamentos tem me deixado cada dia mais alegre e disposto a dar a cara a tapa, fazer o que quizer sem ninguém para nos interromper, levando assim sem compromisso algum.


segunda-feira, 14 de maio de 2012

E o Bloco Los Hermanos chegou

Na noite de sábado gelado em Porto Alegre (RS), a banda carioca Los Hermanos despejaram muita folia e emoção para um público de aproximadamente 6 mil pessoas na qual se ouvia o coro da multidão cantando todas as músicas, realmente emocionante, não faltou sucessos como Ana Júlia, Todo Carnaval tem seu Fim, A flor, e entre outras músicas por onde desfilaram por todos os albúns. Não faltou a simpatia dos barbudos com o público.

 





sexta-feira, 30 de março de 2012

Dia 04. O primeiro livro que lhe fez chorar.



Confesso que choro por tudo, filme, música... mas em se tratar de livros, acho que o primeiro e único livro que me chorar até então foi o clássico Eu Christiane F, 13 Anos, Drogada e Prostituída.
Este livro me marcou e me envolveu muito, cada parte me levava a ter sofrimentos parecidos com os dela, era uma mistura de sentimentos, tristeza, nojo. Em uma das partes, lembro ter chorado litros (
hipérbole), quando assisti ao filme, lembro ter chorado mais pela música Heroes do David Bowie.
Quero ver seu ler um outro livro que me faz sofrer como este me fez.




segunda-feira, 12 de março de 2012

Kerouac 90 anos na Estrada


Jack Kerouac o vagabundo solitário, nasceu em Lowell, Massachusetts, em 12 de março de 1922; era o mais novo de três filhos de uma família de origem franco-canadense, exatamente hoje faria seus 90 anos de estrada. Para os leitores que o conhecem pelas as aventuras do livro
On The Road (Pé Na Estrada), considerado a obra-prima de Kerouac, um dos principais expoentes da geração Beat, sendo uma grande influência para a juventude dos anos 60, que colocava a mochila nas costas e botava o pé na estrada. Foi lançado nos Estados Unidos pela primeira vez em 1957. Quem já leu, se aventurou nas caminhadas de Kerouac em percorreu costa a costa dos EUA, pegando caronas de caminhoneiros, trens e navios, e que nestas viagens usurfluiu de um tudo um pouco ao velho som do Jazz.

Eis um trecho do livro:

"Assim, na América, quando o sol se põe, eu me sento no velho e arruinado cais do rio olhando os longos, longos céus acima de Nova Jersey, e consigo sentir toda aquela terra crua e rude se derramando numa única, inacreditável e elevada vastidão, até a costa oeste, e a estrada seguindo em frente, todas as pessoas sonhando naquela imensidão, e em Iowa eu sei que agora as crianças
devem estar chorando na terra onde deixam as crianças chorar, e você não sabe que Deus é a Ursa Maior? A estrela do entardecer deve estar morrendo e irradiando sua pálida cintilância sobre a pradaria, reluzindo pela última vez antes da chegada da noite completa, que abençoa a terra, escurece todos os rios, recobre os picos e oculta a última praia, e ninguém, ninguém sabe o que vai
acontecer a qualquer pessoa, além dos desamparados andrajos da velhice. Penso então em Dean Moriarty, penso no velho Dean Moriarty, o pai que jamais encontramos, penso em Dean Moriarty."


Em maio, será lançado o filme On The Road do diretor Walter Salles, baseado no livro do escritor. Assistam aí o Trailer.

sexta-feira, 9 de março de 2012

Noite do GRITO ROCK 12


Para os desconhecidos, o
Grito Rock é o maior festival integrado da América Latina e se trata de uma forma eficiente para promover a circulação de artistas pelo Brasil.
Realizado há dez anos no Brasil, o Festival Grito Rock chega com a marca de 200 cidades participantes em 2012, aumentando em 55% o número de realizadores de 2011, quando 130 cidades sediaram o festival, em 10 países. (Fonte: GritoRock.com)


Em Santa Maria, na noite de quinta-feira quente, uma movimentação começava por volta 23:30 no Bar Macondo Lugar. Era a noite do Grito Rock Santa Maria.

O show começou com uma performace teatral de
Luise Scherer intitulado "Gota e Barro" e na mesma apresentação uma parte do espetáculo "Quando Fecho os Olhos". Uma performace cheia de projeções visuais e sonoras de autoria da Francine Nunes.

Após, a banda Paris em Chamas (Santa Maria-RS) pela primeira vez sobe no palco do macondo, tocando as seus sons energéticos e intenso e letras que entram direto no ouvido. Um quarteto de puro vigor e honestidade, com um vocalista que interagia direto com seu público: -Estão gostando? animando a todos que ali prestigiavam uma banda que está começando agora, mas que faz um som impecável parecendo já ser veterana.


Foto: Ivon Fernades


Em seguida o palco ficou pequeno para tanto divertimento, a banda
Greek Van Peixe (Caxias do Sul-RS) aperta o play e joga seus sons com influências nada comuns como trilha sonora de games e histórias em quadrinhos. O momento de pura diversão foi a música em que os gritos de BATMAN soavam e público era o eco.


Foto de Divulgação.

E na finaleira a banda
Tereza (Rio de Janeiro) encerra a noite tocando seu repertório recheado de misturas, muita gente arrastou as sandalhas ao tocararem um som espécie de Forró. Influenciados principalmente pelo indie rock, suas músicas revelam uma ótima mistura do novo com o pop.


Foto: Fábio Seixo

E assim foi o GRITO ROCK 2012 em Santa Maria, vamos agora aguardar para o próximo!